sexta-feira, 20 de abril de 2007

Amar o diferente


Eu tenho o privilégio de ser chamada a mãe do Cesar, que foi planejado e amado antes mesmo de existir. A gestação foi a melhor possível, sem ocorrências. E chegou o dia tão esperado e alegre, o nascimento do Cesar, com muitos sonhos que tiveram que ser transformados em dura realidade. Tive que esquecer o que esperava para receber um ser tão frágil e tão lutador que queria viver. Amei de uma forma tão gigante, que esqueci das dores do parto e alegrei-me com o meu bebê que precisava de mim, não era a hora de pensar e sim agir, diante do pequeno com Fenda Palatina, que não sugava e queria se alimentar para sobreviver. O peito cheio de leite ,foi secando e o sonho de dar de mamar também. A cada dia recebia uma porção das promessas de Deus que estaria comigo sempre. Em agosto completará 15 anos, e passa um filme de muitos momentos que parecia não ter fim. E o versículo que me acompanhou em muitas jornadas . " Elevo os meus olhos para os montes ; de onde me virá o socorro ? O meu socorro vem do Senhor , que fez o céu e a terra.( Salmos 121: 1-2)

2 comentários:

Antonia disse...

Oi Ana.
Que bom que criou este espaço.
Além dos textos quero te dizer que amei a foto que vocês está abrançando o Cesar.
Demonstra um ato de muito amor e carinho, o que sentimos pelos nossos guerreiros.
Parabéns!
Abraços
Antônia

edileuza disse...

Oi meu nome e edileuza eu tambem
tenho um filho especial e ficor muito feliz qui vc lutar pelo seu filho nunca desista dele lutar por ele.
ABRAÇO..

Cesar - Filho amado

Cesar - Filho amado